segunda-feira, 21 de março de 2011

Estimulando o bebê/criança a desenhar


Brincar de desenhar, rabiscar, deixar a cor aflorar.
Conhecer, sentir, ver.
Assim, hoje, Alberto teve seu primeiro contato com as cores e deixou sua marquinha registrada no papel.
Esse tipo de estímulo deve ser feito por volta dos 18 meses, dizem os especialistas, porém surgiu o contexto aqui em casa de forma muito natural e nada melhor do que utilizar os acontecimentos cotidianos da criança para construir seu aprendizado.
A isso chamamos de aprendizagem significativa.
O ideal é que a criança utilize o lápis de cera, pois ele tem a ponta arredondada evitando acidentes e  manchas na roupa.
Aqui em casa utilizamos a canetinha.
Crianças nesta idade ainda não sabem a função da caneta/lápis, então este primeiro contato com o desenho pode ser feito assim:

1) Apresente a ferramenta para o bebê. Isso pode levar alguns minutos, pois será uma novidade pra ele:


2) Deixe-o observar. A observação é uma excelente forma de aprendizagem:


3) Por último intervenha. Segure na mão do bebê e mostre para que serve aquele instrumento e que ele também pode fazer as cores e formas irem parar no papel:


Quero só ver daqui uns dias minha caixa de desenhos (da Fefê e do Paulo) transborando de imagens infantis desse novo artista.
Editando...
Achei interessante colocar aqui o comentário da blogueira (e amiga do coração) Ju, lá de BSB, uma das mais competentes professoras que conheço:

 Dica: compre os lápis e giz de cera hexagonal ( grandes), eles são melhores para trabalhar a coordenação motora nessa fase...e se possível sempre dê para o Alberto folhas grandes (A3, cartolinas grandes ou aquele papel pardo mesmo. Só com 4 anos reduza para aquelas normais que a gente imprime mesmo.

Tudo isso ajuda na orientação espacial etc e tal. Beijocas mil!

Fofa ela não?
Adorei as dicas Ju. Vou aplicá-las na próxima aventura.



3 Comente AQUI!:

Juliana disse...

Que delícia dany essa fase! Dica: compre os lápis e giz de cera hexagonal ( grandes), eles são melhores para trabalhar a coordenação motora nessa fase...e se possível sempre dê para o Alberto folhas grandes (A3, cartolinas grandes ou aquele papel pardo mesmo. Só com 4 anos reduza para aquelas normais que a gente imprime mesmo.
Tudo isso ajuda na orientação espacial etc e tal. Beijocas mil!

Juliana disse...

Dany, sua fofa! Obrigada pelo amiga de coração e o professora competente. Dica aprendida, dica repassada...
Amo vc de coração, faz muita falta!
Beijos,

http://mentevaziaeoficinade.blogspot.com/

Thaís Araújo disse...

Que coisa mais fofa isso!
Essa é uma fase tão gostosa, né?

Beijos.
www.consumisse.blogspot.com
@thaharaujo

Postar um comentário