sexta-feira, 27 de maio de 2011

Novela da vida real - um adeus à cama compartilhada? (Noite 3) Editado

{ Em tempo real.}
Neste exato momento (1:38) , tomei uma xícara de chá de coragem e estou indo fazer a transferência do Alberto da cama para o berço.
Ele dorme tranquilo. 
O único som que escuto é o das teclas do meu laptop e a respiração profunda dele.
Sinal de que o sono está pesado.
Seja o que Morfeu quiser, né?

Bora lá...

---------------------
(Editandooooo e felizzzzz)

Meu Deus!!!
Não passaram-se nem 5 minutos depois da minha postagem aí de cima e o milagre já foi feito.
E nem doeu... Rá!
Ao pegar Alberto no colo ele logo acordou levemente e pediu o peito (acho que se chupasse dedo ou chupeta seria mais simples, mas quem disse que é fáSSio ser eu?)
Então amamentei ele um pouquinho (em pé e com ele no colo) e coloquei-o no bercinho, bem devagar e com muito cuidado.
Nem sinal dele   acordar. 
Se virou e já se ajeitou.
Ouço de novo a respiraçãozinha profuuuunda de quem dorme gostoso.
Ownnn como tá fofo.
Vamos ver até que horas ele aguenta ficar lá.
Agora vou.
Beijos e ahhhhhhhhhhhhh boa noite!

------------------------
Tsc Tsc Tsc
Não dá pra comemorar um gol só porque o juiz deu pênalti, né?
Não durou nem meia hora no bercinho e lá fui eu salvar um bebê que estranhava a nova rotina.
Passou pela minha cabeça, beeeem lá no fundo, em deixá-lo chorando um pouco até adaptar. Mas logo fui mudando de idéia. Não concordo com a prática de deixar o bebê chorando até ele dormir. Acho traumático. Acho desnecessário.
Por isso ainda não vou desistir. E vou fazer deste momento um momento prazeroso e natural (como gosto que sejam feitas todas as coisas).

Vou esperar uns 15 minutinhos, pro soninho dele firmar de novo e enquanto isso, na minha telinha rola  "A vida durante a Guerra", esperando que seja um bom filme. #cinelover 

Volto já, já (ou amanhã, dependendo do sono) para contar como se deu o desfecho dessa noite loka!
Bye


-------------------------
Update das 4

São exatamente 4 da manhã.
O filme é uma grande droga. Não assistam.
Sabem aqueles filmecos pseudo-intelecuais, que tentam passar mensagens subliminares em cenários psicodélicos enquanto os protagonistas divagam em diálogos sem sentido? 
Chato, muito chato.
Mas vamos ao que interessa. Acabei de fazer a última tentativa de transferir Alberto para o berço.
Tudo tranquilo.
Tô pegando a manha do negócio. Yuhuuu!
Amanhã conto até que horas ele aguentou.
O sono bateu em mim, me jogou na parede e me chamou de boêmia.
Cama quentinha (com marido lindo de brinde) me espera.
See you tomorrow!


5 Comente AQUI!:

Josete Gama disse...

parabens maezona1 que legal criou coragem isso e que se faz agora tem mais um rapazinho em casa nao e mais um bebe
beijusssssssssssssss

Poesia do Bem disse...

ah! eu confesso: Acho que sou eu quem não quer deixar Alice crescer. Ela tem seu quarto, saiu do berço pra cama com a prima, e depois que a prima voltou morar com a mãe Tenho dó e eixo que durma comigo e nos dias frios moro de dó pois ela se descobre, dai ponho lá na caminha, mas no meio da noite sempre vem ficar conosco, ou, eu mesma durmo na cama dela. Pode ? ahhaahha! Isso é coisa de mãe dodinha feito eu!Mas tbm não me culpo pois logo o tempo passa e ela já não vai querer eu com ela né?

Vestido de Rodar disse...

rsrsrss você é o máximoooooo...quero muito saber o que rolou! É isso aí, adoro essa perseverança e carinho!!! Volto pra saber news...beijo, beijo, beijo e durma bem!!! Re

Lia disse...

Olá Dani,
já passei por isso, minha filha queria que eu segurasse a mâo dela até dormir,sei o cansaço que é, o que me ajudou foi paciência e saber que isso éra o certo.
Obrigada pelo coment[ario no blog, um abraço e boa sorte!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Belo soninho :))

Postar um comentário