quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Contando Causos - La cucaracha!



Uma história trágica envolvendo barata, quem nunca!

Massimo tinha recém chegado ao Brasil para morar comigo quando saímos para um divertida noite mexicana.
Ainda estávamos naquela fase do namoro em que os gestos são friamente calculados para evitar deslizes, sabe?
Pois então.
Na volta para casa, da nossa noite caliente, foi quando tudo aconteceu.

O figurino era: uma bota preta, salto fino, fatality-peruíssima, ex-cabelos loiros balançantes.
O local era: o banheiro da minha casa.
A vilã era: uma maldita barata.
A vítima era: depende, eu acho que fui eu, Massimo acha que foi ele...



Foi então que entro no banheiro dançando "1, 2, 3 um pasito pa'delante Maria", toda me achando a gata da noite quando de repente escuto um: creckhkkkk.
Fiquei estática, paralisada e a únicas coisas que se moviam em mim eram as lágrimas escorrendo.
Serião.
É involuntário.
Eu tenho um pânico enojado de barata que você não pode imaginar.
Então Massimo, todo sorridente depois de 3 ou 4 tequilas e cheio de amor pra dar, entra no banheiro e eu to lá, de costas para a parede, com um pé levantado, chorando e dizendo com voz de pânico: amore, por favor me ajuda... por favor me ajuda!!!
Massimo deixou o sorriso cair no chão e imediatamente perdeu todo o sangue do rosto.
Pálido, muito pálido ele ficou.
As únicas palavras que saíram da minha boca antes de eu começar a vomitar os nachos, tacos e a feijoada do dia anterior foram: tira a minha bota pelo amor de Deus, leva pra longe de mim e não me conta no que eu pisei!!!!!
Choro, muito choro.
E eu nem bebo pra você vir me dizer que o problema foi a tequila.

Dizendo ele que pensou que lá dentro do banheiro tivesse alguém com uma arma apontada pra mim. Exagerado ele (não eu!).

7 Comente AQUI!:

✿ chica disse...

Rssssss...mas elas assustam mesmo!!!ADOREI! BEIJOS,CHICA

"SONHANDO MAIS UMA VEZ" disse...

Oi linda
brigadinho pela visita e por estar torcendo por mim...
cara amei seu blog, esse post então um barato, ou melhor uma barata,kkk, eca tbem detesto esses bichinhos nojentos...

bjks e ja to te seguindo!!!

Jaqueline Nascimento disse...

Olá, Dany!!!

Obrigada por visitar o meu blog!!! Adorei o seu espaço!!! Estou seguindo!!

Beijos da Jaque ;)

http://danieljaquesisposeranno.blogspot.com/

Mirna - "Coisas do Rei Arthur" disse...

A Dany rachei de rir com seu post... eu tbm ficaria com muito nojo de imaginar a baratona esmagada debaixo do meu sapato... afff... arrepio so de imaginar... rsrsrs...
Tenho link do seu blog no meu pra estar semrpe por dentro das suas atualizações... ah e tb to lendo sua história de amor... to adorando...
Bjs
Mirna
http://coisasdoreiarthur.blogspot.com/

Funny Paper disse...

Oi Dany!

Adorei a história da barata kkkkk

Vim retribuir sua visita ao Funny Paper! Já estou te seguindo, te espero sempre por lá!!

Bjs

Sil

Liℓℓi Oℓivєirα disse...

kkkkkkkkkkk Morri de rir com essa historia Dani!! AMEI seu blog, tb ja estou seguindo e estarei sempre por aqui!! Mil bjinhos Lili do Luanzinho!!

Caroll disse...

Essa história foi muito engraçada Dani!
Mas sei que pra vc foi traumatizante..kk
Saudades que tava desse bloguinho teu, querida!!
Bjs

Postar um comentário