terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Mamãe de novo. Adoção de animais.

Estamos em obra aqui em casa. Um dos motivos do meu sumiço, pois tenho corrido pra lá e pra cá atrás de móveis, materiais e toda aquela parte cansativa (mas legal) que uma reforma trás.
No meio de tudo isso eis que surge uma novelinha pra gente acompanhar.
3 gatinhos recém-nascidos foram abandonados no meu quintal.
A mamãe deles os teve, fugiu e não voltou mais. :(
Um não resistiu e morreu antes mesmo que nós os encontrássemos.
Os outros dois...
Os outros dois, eu e Massimo estamos tentando salvar.
Eles são tão pequenos e frágeis  que dá medo.
E li tanta coisa na internet (que será difícil eles resistirem e tal), que estou apreensiva, confesso.
Que já nos apegamos a eles é um fato.
Massimo ficou responsável pela mamada da meia-noite e eu da mamada das 3 da manhã.
Estamos alimentado-os com uma seringa e dando leite diluído em água.
Hoje vou ao veterinário para conseguir orientações e comprar um alimento mais adequado.
Não dormi a noite toda monitorando os 2 gatinhos, esperando a hora da "mamada". 
Ai meu pai, nasci pra ser mãe nessa vida mesmo.
Só que eles emendaram num soninho ontem às 10 e até agora, 6 da manhã, ainda estão lá dormindo (dormindo mesmo porque fiquei controlando o movimento da barriguinha).
Vou contando aqui pra vocês o desenrolar dessa história.
Peço torcida pela vidinha desses pequenos.
Enquanto isso, espia as fotos:



Botei um cachorrão bem fofinho de pelúcia pra simular a mamãe deles. 
Acho que deu certo.
;-)

11 Comente AQUI!:

casa de fifia disse...

oi dany
tenho certeza que ele vai conseguir sobreviver com o seu amor e suas curas.


baci

Aline Sabes disse...

Oi Dany,

Que pequenininhos que são!
Com o cuidado que você tem dado a eles com certeza vão sobreviver!

Beijos

Renata Marques disse...

É isso aí, fazendo a sua parte.
Irônico o cachorrão ser a mamãe artificial deles, rsrsrs.

They Know disse...

Vou torcer para que eles vivam!
Biejos

Adriana De Bona disse...

Oi Dany!!! Vou torcer muito por eles... Bjus

Diário da mãe e da filha disse...

Oi Dany. Você tem muito amor para dá quem sabe sobrevive. Acho que não tenho psicológico pra isso não. Eu morro de dó.

Beijos

✿ chica disse...

Uma linda tarefa em meio à tudo!beijos,chica

Futura mãmã disse...

Oh sao tao pequenininhos mesmo ne...
Espero que consiga salva.los...Beijo

Keilla Colombo disse...

Olha, vou te contra uma historinha para vc ficar animada, minha sogra a três a nos atrás encontrou uma gatinha branca, com apenas dois dias de vida, abandonada no mato, ainda com o cordão umbilical, então trouxe a gata para casa, ligou para um veterinário que passou uma receita para fazer um leite que parecia com o leite da gata, ela fazia e dava em um vidrinho de contra gotas com aquela pontinha de borranha, sabe? e a gatinha aprendeu a mamar, uns 3 dias depois ela dormiu e não acordava mais, continuava respirando, mais não acordava de jeito nenhum, levaram no veterinário e ele disse que ela estava com pneumonia, deram um injeção e graças a Deus a gatinha melhorou, continuou tomando mamadeirinha até uns 2 meses, e hoje está linda, fofa e enorme....

Então cuida bem desses filhotinhos, que eu vou pedir por eles aqui para meus São Francisco....

Bjossss

Minéia Pacheco disse...

Olá Dany,

Que linda atitude de vocês, estão de parabéns! Tenho certeza de que esses gatinhos vão ficar super bem e crescer rapidinho, pois o cuidado com eles é mais que especial!

Estou na torcida! =D

Thaty disse...

Que lindo! Tô aqui na torcida pra que eles fiquem bem! Coloca um relógio dentro do cachorrão de pelúcia, simula os batimentos da mamãe. A gente fazia isso pra filhote de cachorro, pra eles não chorarem de madrugada...:)

Beijos
Tati

Postar um comentário